Contos eróticos | Traí minha namorada com a do meu amigo | Bundas

PUBLICIDADE gostosas videos porno flagras bundas gostosas porno

Bundas / Traí minha namorada com a do meu amigo

Sempre fui fiel as minhas namoradas principalmente pelo fato de ter medo de ser corno. Não consigo me imaginar desse jeito. Desde que arrumei minha primeira namorada, nunca fui infiel a ela, mesmo porque  eu a amava e não queria destruir nosso relacionamento. 

Minha namorada atual é uma morena deliciosa, pra falar a verdade sempre tive fantasias com mulheres assim do jeito que ela é. Vou descrevê-la: Ela é uma mulata bem negra mesmo, tem um metro e cinquenta (bem baixinha mesmo porque é assim que eu gosto), cabelos lisos, uma bunda media, seios bastante fartos e uma bucetinha bem pequenininha. Antes de conhecer ela eu comia outra mulata lá do meu serviço, ela não era bonita mas tinha um bundão (e que bunda), e uma buceta greluda enorme, fora que ela sabia fazer um boquete bem safado e delicioso. Dava gosto de comer uma puta assim, eu comia e com muito gosto. Mas o tempo foi passando e eu me acostumando com minha namorada e minha vida assim, depois de um certo tempo, começamos a discutir por qualquer coisa e assim, nosso relacionamento começou a ficar desgastado. Aqui perto de casa tem um puteiro que eu sempre quis visitar pois só tem puta bem conservada (e também muito cara). E a mulata que eu comia dava em cima de mim direto. Minha namorada dizia que não sentia mais vontade de transar comigo, mas eu sabia que isso não era verdade, pois é um tipo de coisa que ela fala quando esta chateada com alguma coisa, mas por uma razão ou por outra, eu não aguentava mais de tanta vontade de transar. Precisava comer uma buceta urgente. Não queria fazer isso com a mulata pois sabia que ela era encrenqueira e iria espalhar pra todo mundo que foi pra cama comigo. 

 Um dia estava conversando com uma namorada de um amigo meu pelo face. Há mais ou menos três anos já conhecia ela (fui eu que apresentei os dois) e já tinha comido ela nesse tempo. Fudi aquela morena duas vezes, adorava porque ela era bem liberal, fazia de tudo mesmo, e não tinha esquecido de algumas coisas. Assim, a conversa chegou no assunto de sexo, ela perguntou se agente (eu e minha namorada) transavamos e como era o sexo, eu disse então que tava com mais ou menos um mês sem transar e ela perguntou como eu conseguia já que eu era o cara mais viciado em sexo que ela conhecia. Como a conversa foi aumentando de intimidade, falei pra ela que tava louco pra comer alguém e que não lembrava mais como era comer uma bunda, então ela disse que me dava a dela. E eu tentando entender, perguntei como assim e ela disse que me dava a bunda dela, mas depois tentou desdobrar dizendo que era brincadeira. Eu disse que não aguentava ver uma bunda na rua e já queria comer então ela me mandou uma foto de uma mulher de lingerie preta, uma mulher morena e disse assim olha ai uma bunda negra do jeito que tu gosta prontinha pra ti dar, mas eu reconheci duas manchas na bunda e disse essa bunda é tua,  disse que eu nunca tinha esquecido porque foi o cu mais gostoso que eu já comi. Então marcamos um encontro próximo a um motel aqui perto de casa. Quando chegamos la, ela como tem o cabelo cacheado fez um penteado de perua, mas bem piranha mesmo e ficou sentada num banquinho mais alto enquanto eu tomava banho, quando sai, ela tava nua. Não lembrava mais como essa morena era gostosa e tava ali toda puta pra mim. Então comecei a falar safadezas no ouvido dela batendo uma punheta pra me deixar mais excitado ainda. Queria uma foda inesquecível. Ai ela me disse que queria fazer amor comigo e eu já louco de tesao respondi que fazer amor era o caralho eu ia foder ela e com muita vontade. Nessa hora um monte de liquido lubrificante saiu de dentro da buceta dela. Nesse meio tempo minha namorada ligou umas duas vezes e o namorado dela umas trinta. Comecei a beijar os lóbulos da orelha dela passando a mao esquerda no bico dos peitões dela e a mao direita na buceta que jorrava liquido como nunca vi, ela tava muito tarada. Então disse que iria maltratar muito ela e ela disse que uma puta como ela era, tinha de ser tratada pior ainda. Então comecei a chupar o xiri dela de banda enquanto ela chupava meu cacete que já latejava há horas e tava louco pra entrar nela. Então depois da sessão oral, coloquei ela de quatro e comecei a enfiar com toda a força que conseguia. Minha virilha já doía quando pedi pra ela cavalgar ai ela disse assim: agora eu vou te dar uma surra de buceta como tu nunca teve e começou a bater a cintura dela na minha. Depois de mais de uma hora fudendo gostoso mesmo, comecei a ter vontade de gozar, então mandei ela ficar na posição que eu mais gosto de fuder que é deixar a mulher de bruço com o rabo empinado e assim me excito mais ainda. Na verdade quando a ocasião só permite uma rapidinha com minha namorada, eu já começo e termino comendo ela assim, pois é sem duvida o jeito que gozo mais rápido, então mandei ela fazer isso, deitar desse jeito e que iria gozar dentro da buceta dela então ela disse que não poderia fazer isso porque tinha medo de engravidar, mas eu não consigo gozar e sentir prazer se não for dentro da boca, bunda ou buceta, nada de gozar do lado de fora. Então comecei a fuder ela mais rápido e mais rápido e ela já gritando mandando eu fuder ainda mais rápido dizendo pra eu castigar ela e na hora que senti minha gala passando pelo meu pau pra sair, enfiei bem fundo na buceta dela arrancando um grito de dor pelo atrito, e mandei minha gala todinha (e gozei muito mesmo) pra dentro do canal da buceta dela, ela me chamou de filho da puta que não era pra eu ter gozado nela mas disse que agora era tarde. Então mandei ela limpar meu cacete e ela chupou tudinho, batendo punheta em mim e acariciando meu saco com a outra mao então mandei ela continuar chuparndo que eu queria gozar assim, e ela mandava ver na minha rola, chupava como uma cadelinha no cio, chupava muito gostoso, então na hora de gozar resolvi fazer diferente e tirei meu pau da boca dela e gozei em cima do espelho da cama e mandei ela lamber e como uma putinha obediente ela lambeu tudo e ainda limpou meu pau de novo com a língua. Depois ainda disse que se sentia realizada por ter minha gala escorregando dentro da buceta dela. Terminamos paguei a conta e quando falei com minha namorada de novo, disse que não tinha atendido porque tava batendo bola (jogando futebol). Desde então sempre que podemos nos encontramos pra dar outras fodas maravilhosas.

Gostou? Vote no Conto:

19962 visitas

 

Contos Eróticos Relacionados

 
 
PUBLICIDADEamadoras sexo gostosas