Contos eróticos | Comi mais uma casada em Curitiba | Cornos

PUBLICIDADE sexo ninfetas amadoras amadoras bundas sexo anal

Cornos / Comi mais uma casada em Curitiba

Bom este ? meu segundo conto aqui, isso gra?as as pessoas que visitam ao site. Entrei em novembro de 2012 em meu MSN e aceitei um convite de um casal de Curitiba, ele com 28 e ela 25 anos, casados a 5 anos queriam apimentar a rela??o, por?m, tinham muito medo e inseguran?a. Conversamos muito por v?rias semanas, nos conhecemos melhor e por eu ser casado se sentiram mais tranquilos quanto ao sigilo, nos vimos atrav?s da cam, n?o s? gostaram de mim, mas eu gostei demais, pois do outro lado tinha uma loirinha de parar o tr?nsito. N?o forcei a nada deixei eles se entregarem a fantasia e ? assim que tem que ser sempre respeitando o casal, pois, quem dita as regras s?o eles. Mas este casal estava louco para fazer mas n?o sabia como, estavam com receio, deixei meu telefone e avisei que quando quisessem algo, apenas para nos conhecer me ligassem, tentei fazer eles se sentirem seguros e mostrar que eu estava ali para ajudar.
Em dezembro em uma tarde ensolarada recebo uma liga??o, chamada restrita, era ? Mari ( fict?cio ) falando que estava sozinha e que estava louca para realizar a fantasia e seu marido estava trabalhando, perguntei se ele sabia da minha ida, ela disse que sim, foi um plano dos dois. Ela me passou o endere?o que fica no Cabral em Curitiba, cheguei l? por volta das 15:00hs, o porteiro me recebeu e falou voc? ? o t?cnico de inform?tica que a dona Mari esta esperando pode entrar, kkkk este era meu disfarce para ningu?m saber, cheguei era um belo sobrado, quando a porta se abre e sai uma loirinha de 1,68m 57kg, pele branquinha, um sorriso lindo vestida apenas com um short jeans e uma blusinha que marcava seus pequeno seios. Me deu um beijo no rosto a principio e me acomodou em sua sala, percebi que estava sem jeito, insegura e sem saber o que fazer, me levantei peguei ela em meus bra?os e falei para ela ficar tranquila que faria somente que ela quisesse, comecei a beijar sua nuca dar mordidinhas em seus ombros senti ela arrepiar toda, fui passando a m?o em seu corpo, sentindo como era perfeito e eu um cara de sorte, virei ela de frente tirei sua blusinha beijei seus seios pequenos mas durinhos, continuei beijando sua barriga, at? arrancar seu short, que me mostrou que ela estava sem calcinha, depiladinha totalmente e suas pernas j? estavam molhadas do n?ctar de sua bucetinha, fui beijando suas coxas, ao lado de sua bucetinha, dando mordidinhas de leve, fazendo ela pedir para eu enfiar a l?ngua nela, quando ela pediu, fiz lentamente seu clit?ris ficar durinho, dei lambidas de leve e fren?ticas, sentia um gosto delicioso de bucetinha molhada, fiquei nesse ritmo por uns 10 minutos, quando ela anunciou um gozo, chegou a me prensar sobre suas belas coxas, e deu um grito muito alto parecia que n?o ia parar....fiquei dando carinho a ela enquanto se recompunha, voltei a chupa-la mudando o jeito de tocar no seu clit?ris, mas agora com dois dedos dentro da bucetinha tocando a parte de cima da entrada, mais alguns minutos ela soltou outro grito de gozo, estava molinha, falando que nunca havia gozado na boca de ningu?m, n?o sabia o quanto era bom, quando toca o interfone, era o porteiro querendo saber se estava tudo bem que a vizinha do lado havia ouvido uns gritos e como tinha o t?cnico de inform?tica l? estavam preocupado, ela disse esta tudo bem sim, apenas havia derrubado uma cadeira em seu p?,rsrsrs....ela voltou e demos risos juntos pediu para subirmos em sua cama queria deixar o cheiro de meu perfume l?, que ela havia gostado, me elogiou da performance da chupada, mas agora era ela que queria me retribuir, chegando em sua cama, arrancou minha cal?a, saltando meus 19cm muito duro de tes?o j?, come?ou a chupar gostoso, babava com uma crian?a e lambia de cima a embaixo, segurei para n?o gozar naquela boquinha deliciosa, em um pulo ela deixou meu pau e sentou gostoso nele, estava t?o molhada que escorregou muito f?cil para dentro, agarrei naquela bunda redondinha e comecei a socar ela pedia mais, que tava adorando se sentir puta, pedia tapas na bunda e para eu falar que sempre eu ia comer ela agora e que seria minha puta, derrepente ela solta outro grito de gozo, e cai sobre meu peito, nunca gozei tanto, estou acabada, me deu um beijo t?o gulosos que parecia nunca ter beijado outro homem, falou que sentia falta dedar um beijo assim e seu marido ultimamente s? dava selinho. Nesse momento ela lembrou de ligar para ele , para deixa-lo louco e saber que sua mulher era puta agora, virei ela de quatro para falar melhor , quando ela falou al? coloquei devagarzinho quando ela disse amor adivinha que estou fazendo comecei a socar, ela n?o conseguia falar, s? gemia para marido ouvir colocou no viva voz e ouvia o marido dizendo que ela era puta e se tava feliz com o macho que eles haviam arrumado, ela s? gemia, diminui o ritmo para ela falar, amor n?o posso falar agora ele ta me fudendo muito j? gozei tr?s vezes, e eu acho que tem mais ainda, ele falou que estava quase saindo da empresa, era quase 18 hs, meti forte denovo onde ela gozou no meu pau de quatro, pediu para eu gozar em sua bucetinha que queria deixar a porra para seu marido ver, e pediu para sai antes que ele chegasse,pois, tinha medo que sentisse ci?mes de mim, j? que ele n?o era um homem t?o bonito, virei ela de frente e soquei levantando suas perninhas, enchi sua bucetinha de porra, me deu outro beijo gostoso, e pediu para eu tirar algumas fotos dela comida cheia de porra para guardar de lembran?as e depois me mandou algumas por e-mail para eu guardar, me acompanhou at? a porta me dando outro beijo e prometendo a voltar, saindo do sobrado dei de cara com sua vizinha, que ficou olhando desconfiada. No outro dia entrei em meu MSN, ela estava on line, me agradeceu , falou que seu marido nunca havia tratado ela t?o bem quanto aquela noite, e os dois estavam muitos felizes, que com certeza iriam repetir, pois, ela adorou como a tratei deixando a segura e n?o fazendo mal a ela, e que quando sai de sua casa sua vizinha foi at? l?, e como as duas eram confidentes contou para ela do acontecido, sua amiga sempre teve esta vontade mas seu marido jamais aceitou, no final acabei comendo as duas juntas na casa da Mari dois dias depois, uma com o marido sabendo e a outra sem o marido saber, muito bom. Para quem tiver a mesma fantasia ou quiser saber como ? este mundo de loucuras sem compromisso add dimostrari@hotmail.com, tenho 31 anos.

Gostou? Vote no Conto:

33540 visitas

 
 
 
PUBLICIDADEsafadas sexo anal videos de sexo