Contos eróticos | Encontro com um desconhecido | Fantasias

Fantasias / Encontro com um desconhecido

Bom, meu nome é L (fictício) eu sou morena clara, 1,67, 80 kilos, olhos verdes, cabelo cacheado no ombro cor de mel,enfim chamo a atenção por onde passo e sempre recebo elogios e cantadas.Era um dia como outro qualquer e eu estava trabalhando muito como sempre.Até que tive um problema de rede e pesquisei nos meus amigos do msn alguém que pudesse me ajudar. Lembrei de um amigo que não falava a muito tempo, enfim ele não pôde me ajudar mais me passou o msn de um perito em rede, o nome dele era G (fictício), ele me ajudou prontamente e acabamos fazendo uma amizade pelo msn. Nos falávamos todos os dias, sempre por msn. Então começaram as conversas picantes por msn. Comecei a gostar da coisa e como sempre ficava até tarde no trabalho e ele também era uma mão na roda e um maravilhoso jeito de tirar o stress do dia a dia. As conversas eram picantes e sempre ficávamos excitados. Trocamos telefone, e começamos a conversar por telefone, era de praxe um ligar pra o outro e contar fantasias e vontades até chegarmos em casa.Todos os dias a gente se masturbava ao telefone e a cada dia que passava ficava cada vez melhor, eu ficava cada dia mais excitada e com mais vontade de ser possuída por ele.  As conversas começavam por volta da hora do almoço, e sempre tínhamos que nos masturbar, íamos para o banheiro sempre com o telefone e lá os momentos de prazer eram absolutos, sublimes, e perfeitos. As vezes eu parava pra pensar, nossa eu me masturbando para um desconhecido, nem sei como ele é.Mais a idéia de ficar imaginando aumentava mais ainda o meu tesão, me dava mais vontade de ser dele, queria ser comida por ele, com força, de pensar minha buceta latejava de prazer, me sentia uma puta, mais queria ser a puta dele, fazer tudo com ele.Ficamos nessa por dois meses até que um dia por telefone combinamos que quando não agüentássemos mais de tesão nos encontraríamos, já que os dois eram tímidos. Um belo dia ele me liga as 16:30 perguntando o que eu estava fazendo e eu disse que estava jogada no sofá e ele me falou preciso te ver. Naquele momento me deu um frio na barriga, pensei não vou, mais passado esses 5 segundos, eu estava muito curiosa para saber quem era o dono dos meus pensamentos e desejos, então falei vamos sim, onde e que horas? Combinamos e lá fui eu.Nos encontramos e ele não era o meu tipo de homem confesso, mais lembrava das coisas que ele disse que faria e pensei já estou aqui porque não. Fomos a um bar muito bacana, tomei 2 caipirinhas e conversamos muito, a fim de nos conhecermos melhor. Quando fui deixá-lo em casa ele me convidou para subir e eu disse que era melhor não, mais por dentro estava morrendo de vontade de subir, nesse momento ele veio se despedir e me deu um beijo, mais foi AQUELE beijo, molhado, dizendo você é minha e será minha essa noite. Eu amoleci, virei pra ele e disse vou subir sim, que se danem as regras de etiqueta.Subimos ele me apresentou o apartamento e fomos, direto para o quarto dele. Começaram os beijos e abraços e isso me deixava cada vez mais excitada. Era um misto de excitação e felicidade, pensava serei dele!!! Em questão de segundos eu estava nua, e ele explorava cada pedacinho do meu corpo com as mãos e a língua e a cada toque mais molhada eu ficava, meu corpo latejava por completo, então eu gosei a cada toque, cada beijo a cada lambida, nunca havia ficado tão excitada como naquele dia, e estávamos apenas no começo da noite, ele estava apenas explorando meu corpo, eu gemia e gritava a cada toque, implorando pelo seu pau dentro de mim, implorando para ser possuída, comida, fodida por ele.Foram às melhores preliminares de toda minha vida, e com um estranho!!!!Quando não agüentava mais o joguei na cama, peguei seu pau, ai que pau, latejando por mim, via suas veias e o sentia pulsar em minhas mãos, que tesãoooooo, não pensei duas vezes, cai de boca, engolia ele todinho, queria sentir cada pedaço dele dentro da minha boca.Sugava, beijava, lambia, e a cada toque ele gritava de prazer e dizia que eu era dele, que era a sua puta, que ele jamais sentira tanto prazer em sua vida.Foi nesse momento em que não agüentávamos mais de prazer que ele veio pra cima de mim e me penetrou, com força, muita força e eu pedia mais e mais a cada estocada que sentia. Queria mais, ele me pediu para sentar no pau, e eu sentei, galopei como nunca havia feito antes, sem pudores, sem frescura, eu estava lá para realizar a minha fantasia de transar com um estranho. Fiquei d4 pra ele e disse venha ela é toda sua, e ele não se fez de rogado e meteu seu pau na minha buceta e meteu com força, tanta força que eu sentia suas bolas baterem na minha bunda e a cada paulada mais excitada eu ficava.Quando não agüentávamos mais de tanto prazer, gozamos, gozamos muitooooooooooo e a experiência foi simplesmente maravilhosa.

Gostou? Vote no Conto:

05/05/2010 | 53727 visitas

 
 
 
flagras sexo anal safadas