Contos eróticos | Enlouquecida no Carnaval | Femininos

PUBLICIDADE safadas gostosas gostosas porno flagras videos porno

Femininos / Enlouquecida no Carnaval

A ultima noite de carnaval de 2008 foi totalmente inesquecível para mim... No começo da noite ainda era virgem, porem com pensamentos e ideias de alguem muito experiente!

Quando era 21 horas comecei a me preparar para a noite de carnaval até então uma noite qualquer em que eu apenas pretendia me divertir muito, tomei um banho regado a oleos hidratantes em que deixaria minhas curvas bronzeadas mais aveludadas e em os meus cabelos longos e negros apenas usei uma thiara prata, após me vesti com um shotinho curto de cetim prateado, em que deixaram minhas longas pernas ainda mais atraentes e uma blusinnha branca bem fresca para o calor do carnaval! Entrei no carro e meus amigos já elogiaram minha produção, mais um deles o Anônimo que dirijia não falou nada apenas não tirava o olho de mim e eu que já sentia uma atração por ele adorei as secadas...Já no clube durante a festa o ignorei um pouco, dancei e flertei com muitos caras, como era de meu costume não passava dos flertes , pois naquela época procurava alguem sério para que valesse a pena perder minha virgindade, porem como quase tudo nesta vida não planejamos, com a minha preciosa virgindade não foi diferente!

Em um momento da noite comecei a ficar alegre e o meu amigo que me secou a noite inteira, decidiu tomar uma atitude, e me falou algo em que não me lembro, mas falou diretamente em meu ouvido de um jeito provocante, acho que falou algo do tipo voce está linda, ou até podia ter falado "me ajuda a amarrar o tenis", enfim, não importava, pois somente aquele sussurrar no pé do ouvido me arrepiou de tal forma que na sequência eu o beijei, primeiramente um beijo rápido e duvidoso, após o beijo sua reação foi parar a minha frente e me olhar com aquele lindo olhar misterioso, expressou um lindo sorriso e disse:-" porque demoramos tanto a nos encontrar" -

e me beijou novamente desta vez um beijo demorado e intenso cheio de química que nos fazia perder a noçao de espaço e tempo... No entanto todo este clima romantico fica por aqui, apartir do momento em que ele me convida para irmos embora e largar todos por lá, um lado meu dizia não vá outro dizia que se f... então fui !

Não sei que louca que me deu. mas tudo que eu sabia teoricamente resolvi que teria que colocar em pratica naquela noite, logo quando ele entrou no carro sentei em sei colo de frente para ele e o beijei desde a orelha até a boca, peguei a mão dele e a diriji até meus seios fazendo movimentos circulares que o fez sentir vontade de colocar a boca neles e de forma intensa começou a chupá-los isso me exitou muito e o clima esquentou ainda mais, quando por um instante lembrei que era virgem e que o carro estava em um lugar público, então decidi interromper e pedi que fossemos até sua casa, chegando lá fui diretamente ao seu quardo e sentei em sua cama ele começou a tirar minha roupa cuidadosamente com sua mão escorregando suavemente pelo meu corpo, e foi quando tomei coragem e disse que era virgem, ele somente olhou pra mim e disse: fica tranquila - me passando segurança e estranhamente eu estava tranquila e segura, e tive tranquilidade ainda quando ele tirou a camisa e vi o peitoram definido na medida certa, então deixei que ele me conduzisse. Então me deitou na cama acariciou meus seios e os chupou com muita vontade, apos nos beijamos cada vez mais afobadamente e foi quando o clima ferveu novamente e ele ja totalmente nu em cima de mim se sentiu a vontade em colocar seu P... na porta de minha vg.. esfregando antes de introduzi-lo me deixando mais excitada e molhada, e devagar escorregoou seu P... para dentro de minha vg... e nesse momento me escapou uma suspiração de prazer não de dor como muitas amigas me falavam, então ele se sentiu seguro para bombar e não demorou muito ele gozou dentro de mim... pois segundo ele as preliminares ja foi dificil segurar pela imensa vontade de mim que ele sentia... Então eu me senti muito a vontade com ele apos ele descansar um pouquinho eu perguntei se queria água que eu iria pegar, então ao contrário foi ao banheiro peguei um pouco de agua quente e segurei em minha boca trazendo até o P... e fiz um sexo oral nele com a agua quente em minha boca e o acareciei suavemente e o chupei todo freneticamente inclusive as bolas com muito prazer, apos ele chegar quase lá diminuí a frequencia e sentei nele de costas e forma em que ele tivesse uma visão privilegiada enquanto eu cavalgava, e cavalguei, cavalguei, cavalguei... como estava bom! ele gemia de prazer e eu senti prazer com isso, então o convidei a me bombar de quatro pois sempre tive esta vontade, e ele me pegou de pé e de quatro bombando fiquei enlouquecida me deixando imensamente molhada! e ainda de quatro mais aos poucos eu ia deitando na cama e rebolando até que foi inevitável aguentarmos mais e gozamos juntos! foi inexplicavelmente maravilhoso! Por isso estamos juntos até hoje e cada vez nossas transas são mais prazerosas!

Gostou? Vote no Conto:

46869 visitas

 

Contos Eróticos Relacionados

Experiência é tudo

 
 
PUBLICIDADEflagras flagras sexo anal